Candidatos a governador Rio de Janeiro 2022

Atualizado em

As eleições em 2022 acontecem somente daqui há 3 anos. No entanto os candidatos a governador do Rio de Janeiro já começam a se preparar desde já. Nos bastidores da política alguns nomes são cogitados. Entre eles estão, o atual governador Wilson Witzel (PSC), o ex-jogador e Senador Romário (Podemos) e o Tarcisio Mota (PSOL).

O mais importante nas eleições 2022 é votar com convicção. Para isso é preciso utilizar uma arma muito poderosa, a informação.

Votar consciente não é uma tarefa fácil, vai demandar pesquisas e um pouco de tempo. A boa notícia é que praticamente todas as informações necessárias para ‘fazer bonito’ nas urnas, estão à disposição. Há um clique de distância.

Na rede mundial de computadores está o passado dos candidatos, os projetos, o plano de governo, as bandeiras. Basta saber procurar.

Votar é uma tarefa importante, milhares de pessoas, durante toda a história morreram, para que a gente hoje tenha a oportunidade de votar. Desperdiçar o voto é também agir com desdém à memória de quem votou pelo o seu direito de ser eleitor.

Principais problemas do Rio de Janeiro

Para votar direito nas eleições de 2022 é preciso ir para as urnas preparado. Começar a pesquisar desde agora e entender o que acontece nos bastidores da política é uma boa maneira de não ser surpreendido com as ações dos políticos.

No Rio de Janeiro, o próximo governador precisa estar preparado para combater à violência. As UPPS (Unidades de Pacificação) apenas trouxeram mais mortes. Inocentes estão morrendo nas mãos da polícia e do exército.

Pessoas precisam entregar casas para que sirvam de quartel do exército. Trabalhadores e estudantes são humilhados. O militar tem direito de atirar e depois perguntar. O salvo-conduto deixou a população inteira com medo. E o tráfico de drogas segue cada vez mais forte.

De acordo com pesquisa realizada pela Fundação Getúlio Vargas em janeiro de 2019, o Rio de Janeiro foi o Estado Brasileiro em que ocorreu mais homicídios pelas mãos de policiais. Foram 1,1 mil mortes ocasionadas por policiais somente em 2017.

Além disso, o Rio de Janeiro atingiu a triste meta de 1, 358 milhão de pessoas desempregadas, no primeiro trimestre deste ano, segundo pesquisa do IBGE – (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Outro problema sério é a saúde pública. Profissionais da saúde fazem greves frequentemente pelo desmonte do SUS (Sistema Único de Saúde) ocasionado pela falta de investimento. Os manifestantes pedem a reestruturação na Atenção Primária e pagamento dos salários atrasados.

O novo governador precisa estar preparado para propor soluções eficazes pelo menos para esses problemas, que são os principais do Estado. E que tiram o sono da população. Entre os possíveis candidatos ao governo do Rio de Janeiro 2022 estão: Wilson Witzel (PSC), Romário (Podemos), Tarcisio Mota (PSOL). Vamos ver agora um pouco sobre cada um dos possíveis candidatos ao governo do Rio de Janeiro.

Wilson Witzel (PSC)

Candidatos a Governador Rio de Janeiro 2022 witzel

O atual governador do Rio de Janeiro foi eleito com a promessa de melhorar a saúde pública. Ele garantiu que em seu governo usaria o SUS – (Sistema Único de Saúde) como a maioria da população.

No entanto, nos seus primeiros meses de governo o que se viu foi o contrário. De acordo com o Portal Transparência, as despesas com saúde aumentaram, mas o investimento foi reduzido. No ano passado o governo investiu 13 milhões em saúde e não foi suficiente para evitar uma crise. Esse ano o investimento foi de 4,1 milhões.

Nesse meio tempo o governador ficou doente e precisou fazer exames. Diferente do que prometeu durante a Campanha, Wilson decidiu se internar em um hospital particular. A internação ocorreu no dia 2 de maio. Wilson foi atendido imediatamente e passa bem.

Quanto ao desemprego, os índices só sobem e ainda não há nenhum projeto sendo executado para melhorar esses números.

Agora a segurança pública é o assunto mais polêmico, o governado extinguiu a Secretaria de Segurança, e agora as policiais civis e militares se dirigem direto a ele antes de agir.

Uma promessa o governador está cumprindo e causando polêmica, que é utilizar snipers. Ou seja, atiradores de elite estrategicamente posicionados para matar pessoas nas favelas do Rio de Janeiro. O governador acredita que os sinpers não ferem os direitos humanos, e que podem colaborar com a redução da violência no Estado.

No dia 7 de maio o governador acompanhou de helicóptero uma ação dos snipers na Capital, inclusive, um local utilizado para orações foi alvo dos disparos. No entanto, não houve feridos.

Wilson é um dos candidatos à reeleição em 2022. Estar atento ao que acontece nesse governo é uma boa forma de saber se ele é um bom candidato para se reeleger.

Romário (Podemos)

Romário (Podemos)

O Romário (Podemos) é ex-jogador de futebol. Nos gramados o baixinho era conhecido por ser o ‘matador’, e não perdoar os adversários quando estavam de frente para o gol. Romário entrou para política em 2011 e foi eleito deputado Federal pelo Rio de Janeiro. Já em 2014 se elegeu ao Senado e segue no cargo até hoje.

A principal luta de Romário é contra a corrupção. Uma das propostas de autoria do ex-jogador (PEC 36/2017) prevê que o parlamentar condenado, em definitivo, por crimes comuns previstos na Lei da Ficha Limpa, perca automaticamente o mandato.

Outro projeto apresentado por ele (PLS 170/2017) torna inelegíveis os devedores da Fazenda Pública, quando os débitos já estão constituídos na via administrativa e lançados na dívida ativa.

Contudo, Romário está sendo investigado pelo Ministério da Fazendo por movimentações financeiras suspeitas na conta de sua irmã, Zoraidi de Souza Faria. Já que seu plano Previdenciário aumento de R$ 700,00 para R$ 4,8 milhões após um empréstimo de Romário. Além disso, entre 2015 e 2016 Zoraidi Romário recebeu um empréstimo de R$ 6 milhões da RSF Empreendimentos, empresa que tem a mãe do senador Romário como sócia.

Romário votou favorável ao impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff. E preferiu se ausentar da votação da PEC 241 (55), que congelou os investimentos em saúde e educação por 20 anos. O senador ainda é favorável à Reforma do Ensino Médio que é combatida pela maioria dos educadores.

Tarcísio Motta (PSOL)

Tarcísio Motta (PSOL)

Tarcísio Motta é professor e vereador na cidade do Rio de Janeiro, como vereador fez o projeto de Lei que institui a Semana de luta dos Estudantes pela Democracia. O projeto ainda não foi votado. Fez também o projeto de Lei que proíbe a terceirização dentro da Administração Municipal. Que foi aprovado em primeira instância.

E também fez o projeto que regula e garante o direito ao Passe Livre aos estudantes Universitários. O projeto ainda não foi votado.

Em 2017 o Ministério Público moveu uma ação contra o PSOL e Tarcísio Motta foi um dos envolvidos. Segundo o órgão, em 2016, houve campanha eleitoral realizada por servidores dentro do Colégio Pedro II em favor de Tarcísio. O que é proibido por lei. O candidato alegou que o processo se baseou em um preconceito político-ideológico.

Tarcísio é contrário a Reforma da Previdência, às privatizações e terceirizações e defende a luta por uma educação pública e de qualidade. Ele é um dos fortes candidatos a eleição para o governo do Estado do Rio de Janeiro em 2022.

Comments 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *